5 livros sobre a solidão | Cachecol Editora

“Vizinho, vizinha”, de Roger Mello com ilustrações de Graça Lima e Mariana Massarani

Vizinho, vizinha - capa

 

Esse livro descreve com bastante humor a vida de dois vizinhos separados por um corredor. Cada um deles tem uma vida muito divertida e cheia de interesses e curiosidades, porém, ambos são solitários e vivem sem se conhecer. Nós, leitores, ficamos com a sensação que eles se dariam muito bem se não fossem tão fechados e que a vida deles poderia ser mais alegre e cheia de emoções.

 

 

Eles estão bem sozinhos, mas estariam melhor acompanhados?

Vizinho, vizinha - miolo

 

“Vacio”, de Anna Llenas

Julia era umVacioa menina feliz e completa. Porém, um dia tudo mudou. Ela perdeu tantas coisas que se deparou com um enorme vazio. Dentro dela. Era como um buraco mesmo e por dentro dele, ela aspirava muitas coisas. Até monstros. Pensou que podia encontrar uma tampa para esse buraco. E procurou muito, muito mesmo. Alguns pareciam bons, mas não eram. Ficou tão cansada de procurar que parou. E então, começou a se ouvir. Descobriu algo muito importante!

 

Ela mesma poderia tampar esse vazio. De dentro para fora. Olha que linda descoberta!

Esse é um livro lindo sobre se ouvir, se conhecer e se amar.
Vacio 2

 

“A parte que falta”, de Shel Silverstein

A parte que falta - capa

 

Um círculo incompleto pode-se sentir-se inteiro? E se esse pedacinho que lhe falta é justamente o que impulsiona a viver a vida? Às vezes acreditamos que só há alegria sendo completos. E que essa sensação de estar completo depende dos outros. Claro que é uma grande alegria viver com os outros, mas viver aventuras e descobertas sozinho também pode ser muito realizador.

 

 

 

 

Um livro poético sobre sentir-se bem consigo mesmo!
A parte que falta - miolo

 

“O Monstro Rosa”, de Olga de Dios

monstro rosa - capa

 

O Monstro Rosa como o nome já diz é rosa. Estaria tudo bem se ele não vivesse em um lugar onde todos são brancos, pequenos e sisudos enquanto ele é grande, desajeitado, peludo e brincalhão. Ele tenta se adaptar a esse lugar que nasceu e com seu bom humor vai levando a vida, mas sente que é rejeitado e solitário. Um dia resolve se permitir conhecer o mundo.

 

 

 

 

Vai sozinho, porém livre!
monstro rosa - miolo

 

“O Monstro da Solidão”, de Vana Campos

capamonstroWEB

 

 

A solidão pode vir a qualquer momento: no meio de uma multidão, dentro da noite ou com os pais no quarto ao lado. Ela pode causar medo assim que chega, mas também pode trazer um tempo bom consigo mesmo. Comer um bombom engordando a solidão ou a semeando.

 

 

 

 

Um livro para perceber que a solidão também pode ser boa!o monstro da solidão - miolo

Vana Campos ; )